Ya a la venta la guía imprenscindible para entender que te sucede y como abordarlo: EN LA LAGUNA ESTIGIA:Guía para un médium del siglo XXI
MAS INFORMACIÓN

miércoles, 31 de octubre de 2012

A Rosa

"Rosa desnuda
hermosa luz del alba.
Tierra y luna,
brillas junto a luna blanquita.
Esplendor en el cielo,
estrellas de la noche,
magia del universo.
Acompaña la música del amor
ensanchando nuestros corazones.
Dichosos de tu presencia
festejamos tu aniversario
con el regocijo
del brillo de tus ojos.
Cuidate y cuidanos
con la fuerza del amor
que inunda tu interior."

lunes, 29 de octubre de 2012

Como saber si sou um médium



Tem muitas pessoas que se perguntam isso, querendo saber si as coisas que sentem o experimentam podem chegar a ser qualidades de esse tipo de pessoas. Quando digo tipo de pessoas, é porque tantos filmes e tanta literatura de terror acabaram desprestigiando e diminuindo essa palavra ao ponto de categorizar-la como “pessoas estranhas”, as quais acontecem coisas estranhas, e também as quais, através de elas se manifestam espíritos de diversas índoles. Alem de diversos ladrões e falsos atores que fingem ter esse dom com a intenção de tirar proveito de ilusões e esperanças de outros.
A palavra médium tem origem no latim, e quer dizer “meio”, ou “canal”. Depois do surgir do espiritismo se aplicou essa palavra a pessoas que eram intermediarias entre nosso mundo e o dos espíritos. Na historia eram chamados de bruxos o bruxas, e com crueldade eram queimados em uma fogueira, junto a aqueles que simplesmente eram livres pensadores. Si tentamos abarcar um nível cientifico um médium psíquico ou pessoa sensível, com vidência, intuição, contacto com espíritos, empatia, cura, e etc., são faculdades mentais originadas no hemisfério direito do cérebro, como aparece em os modernos estudos de ciência. (Stanislav Grof, e otros.)


Na verdade todos nos somos médiuns o canais, o único é que alguns de nos somos, mas conscientes de isso, o simplesmente, mas desenvolvidos. É um sentido a mais, que podemos usar só que bem potente, e o resultado final e que só é uma vontade dos céus, do universo, de Deus, o de como você escolher chamar.
  

Sendo somente isso, uma capacidade inata do ser humano que vamos desenvolvendo conforme elevamos nosso nível espiritual, e também de fato com a elevação de nível vibratório do planeta, e como conseqüência  ao desenvolvimento da humanidade cada vez tem  mais pessoas com essa qualidade. Quer dizer que cada vez tem mais pessoas sensíveis, e muitas de elas começam a deixar de sentir medo  ou vergonha da sua condição.


De todo jeito, devemos ter em claro que nem sempre o desenvolvimento espiritual e as qualidades psíquicas estão juntos, há pessoas que ao nascer escolhem ser médiuns, e podem ter um nível muito baixo de consciência e os canais de vidência estão cheios de esses exemplos.
  

Depois de essa visão geral, e de esperar que ninguém tenha se entediado de tento ler, temos em claro que todos podemos ser médiuns, porem não somos. Mais existe uma serie de indícios que nos permitiriam saber si chagamos ao mundo com essa faculdade o si a estamos desenvolvendo como aprendizado em esta vida.


  • Em primeiro lugar temos os temores noturnos durante a infância, de ter que dormir com a luz acendida, inclusive ate de adultos. Normalmente as crianças porem ver mais que os adultos, mais alguns que podem ver de tudo acostumam ter problemas para dormir sem a luz no escuro, pois em sua própia escuridão há sombras, e como ainda eles não entendem o que isso significa e ninguém os entende, são consumidos pelo medo e o pânico.
  • Sentir que alguém esta nos tocando sem ninguém estar fazendo isso.
  • Sentir frios estranhos e repetitivos, que possa se prolongar por ate dias, e desaparecer do nada.
  • Escutar vozes e inclusive dialogar com elas (Descartando um problema mental). Mesmo assim por falta de consciência muitos médiuns foram categorizados como esquizofrênicos.
  • Premonições em sonhos, com guias (como seu anjo d guarda), o familiares mortos.
  • Ter visões estando acordado. Alta intuição. E antecipar ou ler os pensamentos e reações de outras pessoas.
  • Sentir as emoções de outras pessoas, inclusive separadas. E uma enorme sensibilidade de dor aléia.
  • Capacidade de cura com as mãos e com a intenção.
  • Transmitir mensagens de guias, ou espíritos de pessoas falecidas.
  • Realizar de forma espontânea viagens astrais, se ver separado de seu próprio corpo, ir a lugares sem saber como estando simplesmente de repouso.
  • E como sempre o clássico, ser possuído por um espírito e chegue a dominar seu corpo por completo. 


Vamos deixar em claro que todos podemos ter intuições, o realizar curas com as mãos, sem chegarmos a nos sentir médiuns. Y também que esses itens só são para uma orientação. Alem do mais há determinadas capacidades que são mais relevantes que outras na hora de nos identificarmos como médiuns. Isso quer dizer que aquela pessoa que manifesta possessão de espíritos o canalização, mesmo involuntários, e considerada médium, enquanto o clássico vidente não tem porque estar desenvolvido por completo.

Todas essas qualidades, que provem dos médiuns, se desenvolvem o potencializam desde o momento em que começamos a estimular nosso hemisfério direito cerebral. Pode ser com meditações, regressões, trabalhos para repor energia corporal, etc. Por isso e normal que pessoas que nunca perceberam essas características antes, ou si quer lembravam ter sentido elas na infância, começam a desenvolvê-las quando praticam algum trabalho espiritual, ou participam de alguma terapia que estimule o inconsciente, como a regressiva e outras.

Espero ter aclarado alguma duvida, e si não foi assim, estou a sua disposição para resolver qualquer questão. Lembrem-se, estas minhas palavras e explicações são resultados se minha própia e modesta experiência.



Traducción Pâmella Meira